VOCÊ QUER UM EMPREGO OU UM TRABALHO?

Uma realidade muito triste do nosso país são os mais de 10 milhões de desempregados espalhados pela nação. Pais de família, jovens iniciantes sem experiência, velhos que necessitam do trabalho porque a aposentadoria é uma miséria, ex apenados em busca de segunda chance. São muitos os que buscam a quase inestente chance de ter um emprego digno.

Segundo uma notícia do G1 publicada em 31 de janeiro de 2020, o número de desempregados no Brasil era de 11,6 milhões de pessoas. Realmente alarmante, mas vamos refletir sobre o título desse artigo. Você quer um emprego ou um trabalho? E qual é a diferença entre isso Pejotta? Vamos ver agora.
Pesquise no Google:

emprego
/ê/
substantivo masculino
  1. 1.
    utilização prática; aplicação.
    “o e. da informática atingiu todas as atividades”
  2. 2.
    ocupação em serviço público ou privado; cargo, função, colocação.
    “tem um ótimo e. numa multinacional”

substantivo masculino
  1. 1.
    conjunto de atividades, produtivas ou criativas, que o homem exerce para atingir determinado fim.
    “t. manual”
  2. 2.
    atividade profissional regular, remunerada ou assalariada.
    “t. de tempo integral”


DICAS DO PEJOTTA EM CURSOS PRA VOCÊ Cursos Online com Certificado Entregue em Casa

Na minha concepção, quem procura um trabalho quer exercer uma atividade que o remunere de alguma forma. Quando você procura um ‘trabalho’ é mais fácil de encontrar, porque existem várias possibilidades para se trabalhar, como: carpir uma data, entregar panfleto, vender picolé, entre outras atividades que não são necessariamente um emprego, mas que vão gerar remuneração pra você, e que são totalmente dignas.
Porém, quando se procura um emprego, você está buscando algo mais estável. Quem procura emprego deve cumprir alguns requisitos. Quando falamos de emprego, falamos de carteira assinada, direitos trabalhistas, lugar fixo (ou não), porém fichado. E pra se conseguir isso a pessoa que a busca deve cumprir alguns padrões de exigência pra alcançar o ‘emprego’, como: ter concluído o ensino médio (pelo menos) ou superior, ter cursos no currículo, aprender uma nova língua, se interessar em uma área, entre outras especificações.
E o que vemos hoje são pessoas que QUEREM UM EMPREGO, mas não se capacitaram para isso, desistiram da escola, não fizeram cursos de conhecimento básico, não se interessaram em buscar conhecimento. Mas fazem apelos em redes sociais, críticas ao governo, críticas pesadas às empresas que não aceitam seus currículos, entre outras atitudes ilegítimas pelas suas condições/circunstâncias. Pessoas totalmente despreparadas para serem empregadas.
Já ouvi relatos e amigos empresários que receberam a visita de mães desesperadas pedindo que empregassem seus filhos, mas ao olharem o currículo do rapaz, o mesmo nem tinha concluído o ensino médio. Detalhe: Aos 28 anos, morando com a mãe, sem ajudar na renda de casa.
É certo que todos que nunca trabalharam antes, não tem experiência em área nenhuma. E na maioria das vezes que procuramos um emprego, o contratante sempre procura pessoas com experiência. Mas existe um fator determinante que pode suprir a experiência procurara pelos contratantes, que uma pessoa sem experiência nenhuma deve conter. A preparação.
Quer que eu exemplifique?

Você procura um emprego na área de vendas, e a maioria das lojas precisa de vendedoras com experiência. Você precisa trabalhar, mas não tem experiência nenhuma. Como romper essa barreira?

Simples. Faça cursos sobre a área que deseja trabalhar, se profissionalize nessa área, descubra os segredos antes mesmo de exercer a função através de cursos oferecidos por pessoas que entendem e conhecem os macetes de tal.
Após isso, vá em uma loja que procura alguém que tem experiência na área e quando for questionada sobre sua experiência, rebata com sua formação e conhecimentos adquiridos. Complemente sua tese, aumentando a confiança de quem te examina, destacando sua determinação em analisar e estudar tudo sobre aquela área em questão e complete dizendo: Eu sou a pessoa que procura para fazer sua empresa estourar de vender. Seja otimista, cabeça erguida, peito aberto, faça valer cada centavo investido em conhecimento. Aí sim… procure um emprego.
Mas sem capacitação, formação, estudo, conhecimento, VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR UM EMPREGO. Mas pode conseguir trabalho, que é remunerado, só não é fixo.
Com o Ensino para Jovens e Adultos só não estuda quem não quer, e essa atitude pode elevar seu nível perante a sociedade e lhe render empregos melhores.

Uma forma de fugir do emprego e trabalhar por conta própria é investir em um próprio negócio, e é o que muitas pessoas estão fazendo hoje em dia. Mas isso fica para uma próxima postagem.
Espero que tenha compreendido a diferença entre trabalho e emprego. A internet está repleta de ótimos cursos profissionalizantes, online, onde você não precisa sair de casa para aprender, perfeitos para você rechear o seu currículo com informações, e a sua cabeça com conhecimento. Não perca tempo, faça algo sobre a sua vida, o seu marketing pessoal. Seja alguém.
Se gostou, recomende a um amigo compartilhando no WhatsApp, Facebook e outras redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s